O que é Leilão?

0

O que é leilão?

Leilão é uma modalidade de venda realizada por empresas e órgãos do governo para qualquer um que possa pagar; onde quem dá a maior oferta vence, ou em linguagem de leilão, “arremata” este bem.

Quem faz parte de um leilão?

Comitente é quem vende, o atual dono do bem que está sendo leiloado. Podem ser bancos, financeira, seguradoras, prefeituras, empresas, etc.

Leiloeiro é quem intermedia, um agente público registrado que intermedia a comercialização dos bens que estão sendo leiloados.

Arrematante é quem compra, aquele que venceu o leilão dando a melhor oferta.

O que pode ser leiloado?

Praticamente qualquer bem pode ser leiloado. Existem leilões de veículos (carros e motos), imóveis, eletrodomésticos, gado, entre outros, desde que este bem seja do interesse de alguém. Tudo o que é ofertado, geralmente é usado e será vendido no estado em que se encontra. Isto pode garantir muitas vezes que os preços de um bem em leilão sejam extremamente baixos em comparação às outras modalidades de venda.

Leilão na prática

Um comitente põe seus bens à venda em leilão, para isto ele escreve um edital de leilão, um documento para que todos os participantes estejam cientes das regras e das condições dos itens leiloados. Estes bens são organizados em conjuntos chamamos de lotes.

Antes da disputa começar estabelecemos um lance inicial, o primeiro lance que será a base de preço da disputa; o leiloeiro somente aceitará dos arrematantes novos lances que adicionem à última oferta o incremento mínimo. Por exemplo, se a oferta atual é de R$ 10.000 e o incremento mínimo é de R$ 500, a próxima oferta precisa ser no mínimo de 10.500.

O lote só será arrematado quando tiver a maior oferta, acima do lance mínimo estabelecido (não confundir com lance inicial), que é o menor lance que o comitente aceita vender um lote.